Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Possui graduação em literatura, Português-Inglês, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1980). Obteve o seu doutorado em Literatura Comparada - Stanford University (1986). É professora associada da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro onde leciona desde 1994. Foi professora visitante nas universidades de Dartmouth, Stanford, New School of Social Research, Princeton University e New York University. Recebeu os prêmios e bolsas RioArte, ICAS, Guggenheim e Plas (Princeton). Em 2012, recebeu a cátedra Andrés Bello da King Juan Carlos of Spain Center da New York University. Realizou estudos de pós-doutorado na Universidad de Buenos Aires, Instituto Gino Germani. Tem ensaios e livros publicados no Brasil e no exterior nas áreas de estudos culturais, estudos midiáticos, literatura e cultura urbana.

 

 

 

Professora Associada

Departamento: de Fundamentos da Comunicação

Contato: 

Site:

 

 

ENSINO

Disciplinas na Graduação

  •  História da Comunicação

 

Disciplinas na Pós-Graduação

 

 

PESQUISA

  •  Mapeando modernidades: a construção da nação, modernismo e o desenho do mapa do Mato Grosso

  • Cidades Midiáticas

Análise da produção midiática em fotografia, literatura, cinema e artes digitais realizadas nas principais metrópoles contemporâneas com particular destaque para as cidades latino-americanas. Discussão sobre as novas subjetividades, estéticas urbanas e experiências da modernidade.

  • Mídia, nação e memória no Brasil e na Argentina

Este projeto explora como os imaginários do futuro, da nação, do líder, das massas e da modernidade foram fabricados pela fotografia pública e propaganda gráfica durante o Estado Novo de Getúlio Vargas (1937-1945) e os governos de Juan Domingo Perón nos anos 1930-50 e como estes legados são re-interpretados como memórias midiáticas na cultura urbana do Brasil e da Argentina contemporâneos. Composto de dois blocos temáticos interligados, o primeiro componente do projeto examina, seletivamente, como a fotografia pública e a propaganda gráfica durante o Estado Novo (1937-1945) e os primeiros governos de Perón (1946-1955) construíram uma estética/retórica do futuro e da nação na tentativa de promover noções de comunidade imaginadas e modernidades desejadas. Já no segundo bloco, exploro como estes legados são atualmente rememorados pela mídia, museus, produções artísticas e crítica cultural de destacados artistas e intelectuais contemporâneos no Brasil e na Argentina. Ao contrastar estes diferentes períodos históricos com o momento contemporâneo pretendo dar uma contribuição significativa sobre os usos midiáticos da memória nacional nestes dois países vizinhos agora conectados por uma multiplicidade de laços sociais, culturais, econômicos e políticos. Ao enfatizar a análise comparativa das imagens e narrativas produzidas nestes diversos cenários nacionais viso ilustrar: as diferenças e semelhanças entre as diversas agendas modernistas nacionais com o momento atual; como os diferentes usos da memória assinalam formas distintas de pertencimento cultural em ambos o Brasil e a Argentina; como os imaginários pretéritos do futuro são agora re-atualizados, criticados ou esquecidos mediante os novos cenários da cultura urbana no Brasil e na Argentina.

Grupo de Pesquisa:

  • CIBERIDEA - núcleo de pesquisa em tecnologias da comunicação, cultura e subjetividade (UFRJ)

 

Áreas de interesse: Cidades Midiáticas

 

 

EXTENSÃO

 

 

ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS

 

 

OUTRAS ATIVIDADES ACADÊMICAS

  • Professora visitante da Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - Ecuador, FLACSO/ECUADOR, Equador.
  • Membra de corpo editorial dos periódicos: International Journal of Urban and Regional Research (Online) e Journal of Latin American Cultural Studies

 

 

SUGESTÃO DE LINKS

 

 

 


 

 

Topo