Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Professora titular da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, pesquisadora do CNPq, artista e cineasta. Em 2001 realizou o pós-doutorado em artes interativas na Universidade de Wales na Inglaterra. Publicou, entre outros, os livros: As borboletas voam no escuro: a fotografia de José Oiticica Filho (ebook), Instruções para filmes (e-book org. com Lívia Flores, 2013), Poesia e videoarte (com Renato Rezende, 2013), ZUN. (poemas, 2012), Letícia Parente (org. com André Parente, 2011), O Livro de Sombras (org. com André Parente, 2010), O que se vê, o que é visto (org. com Antonio Fatorelli, 2009), Transcinemas (org. Contracapa, 2009), Cinema Sim (Itaucultural, 2008), Brasil experimental: Guy Brett (org. 2005), Redes sensoriais (em parceria com André Parente, Contracapa, 2003), O pensamento de cinema no Brasil (2000) e A Arte da Desaparição: Jean Baudrillard (org., 1997). Katia Maciel realiza filmes, vídeos, instalações e participou de exposições no Brasil, na Colômbia, no Equador, no Chile, na Argentina, no México, nos Estados Unidos, na Inglaterra, na França, na Espanha, em Portugal, na Alemanha, na Lituânia, na Suécia e na China. Recebeu, entre outros, os prêmios: Funarte de Arte Contemporânea (2014), Prêmio Honra ao Mérito Arte e Patrimônio (2013), Prêmio da Caixa Cultural Brasília (2011), Funarte de Estímulo à Criação Artística em Artes Visuais (2010), Rumos Itaucultural (2009), Sérgio Motta (2005), Petrobrás Mídias digitais (2003), Transmídia Itaúcultural (2002), Artes Visuais Rioarte (2000). Seus trabalhos operam com a repetição como anulação do tempo nos códigos amorosos e seus clichés, e com desnaturezas. Suas atividades de pesquisa, ensino e extensão estão vinculadas as relações entre a arte contemporânea e o cinema, em particular, ao problema da imagem em movimento temporalizada em espaços de exibição, como museus e galerias, nas instalações-filme.

 

Professora Associada

Departamento: de Fundamentos da Comunicação

Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site: http://www.katiamaciel.net/ebooks/afotografiadejoseoiticicafilho.epub

 

 

ENSINO

Disciplinas na Graduação

  • Tecnologias da Comunicação e Estéticas

 

Disciplinas na Pós-Graduação

 

 

PESQUISA

 

A suspensão do tempo nas instalações-filme

  • As instalações contemporâneas operam com vários registros de tempo, entre eles, a inscrição do tempo no filme exposto e a temporalização da experiência a partir da arquitetura de projeção proposta. Por um lado, temos o filme, a imagem em si e o que se propõe como extensão, compressão, diluição ou mesmo supressão do tempo, por outro, temos a proposição de uma experiência ao espectador que inventa o tempo a partir do percurso percorrido, como uma partitura que imprime um ritmo a uma presença que não é mais exterior ao filme. As instalações se colocam entre estas duas temporalidades. No presente projeto destaco algumas experiências de artistas que buscaram uma estratégia de suspensão do tempo - seja com a fixidez do loop e a sua indistinção entre início e fim, seja com a multiplicação de perspectivas em uma imagem fixa ou mesmo na disparidade de ritmos discordantes ou ainda no deslocamento do tempo do sujeito ao tempo do objeto.

 

Transcinema: Dispositivo e Narrativa

  • O cinema se expande hoje por situações que integram ao seu dispositivo clássico - sala escura, espectadores, projeção e narrativa ? novas arquiteturas espaço-temporais que incorporam a relação com o público como forma. O filme é interrompido, editado, processado por sistemas tecnológicos que integram a presença do espectador aos processos narrativos. Nossa pesquisa investigará, no campo teórico e experimental, a produção contemporânea de um cinema sensorial e interativo. Esta pesquisa apresenta aspectos teóricos e experimentais no campo da imagem interativa. Por um lado, a partir do uso de diferentes tecnologias muitas pesquisas de artistas apontam para formas múltiplas de acesso aos trabalhos. Sensores à laser, sensores de presença, sistemas de sincronização, etc, são possibilidades abertas ao participador para a transformação da imagem em tempo real. Por outro lado, iremos construir uma série de experiências, a partir da integração de sensores e projetores, de narrativas mínimas interativas. Estas experiências farão parte do processo de construção do laboratório de cinema interativo em curso no Núcleo de Tecnologia da Imagem.

 

Áreas de interesse:

 

 

EXTENSÃO

 

 

ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS

 

  • Coordenadora da Central de Produção Multimídia

 

OUTRAS ATIVIDADES ACADÊMICAS

 

 

SUGESTÃO DE LINKS

 

 

 


 

Topo