Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

SIGA é o nome abreviado para Sistema Integrado de Gestão Acadêmica, o serviço de informática que irá gerenciar a sua vida na UFRJ. Assim como no universo do filme Matrix, o SIGA reserva códigos e caminhos obscuros que podem enganar qualquer leigo. É importante que você aprenda a manusear corretamente as suas funções mais básicas. Afinal, ninguém quer ter que ficar prestando explicações aos “agentes do sistema” (no caso, coordenadores e Diretor de Graduação) por conta de erros e peças pregadas.

 

O blog “Licenciados em Graduação” mostra um passo-a-passo bem interessante para seus primeiros contatos com o SIGA. Caso alguém queira conferir essas e outras dicas lá, o endereço é http://licenciadosemgraduacaoufrj.wordpress.com.

 

O SIGA é acessado pela Intranet da UFRJ, cujo endereço é http://intranet.ufrj.br. É importante destacar desde já que, se o seu navegador for o Internet Explorer, provavelmente haverá problemas. É recomendável fazer esse acesso pelo Google Chrome ou Mozilla Firefox.

 

A tela inicial pedirá uma identificação (o número do seu CPF ou, em casos especiais, o número da sua matrícula na DRE) e a sua senha. No seu primeiro acesso, você cadastrará esses e outros dados no comando “Cadastre-se aqui”. Será enviado um email de confirmação e, depois disso, você já está liberado para adentrar o mundo de Matrix da UFRJ.

 

 

A próxima tela mostra as opções de acesso da Intranet da UFRJ. O SIGA é logo a primeira, à esquerda.

 

 

Quando você clicar na opção do SIGA, o sistema magicamente se abrirá... em uma janela pop-up. Ou seja, a mágica também depende de você para acontecer. Autorize seu navegador a abrir os pop-ups deste site, como mostra a foto abaixo. Talvez também aconteça de aparecer uma tela indicando que o site não é seguro e esse tipo de coisa, mas relaxa: a UFRJ não vai hackear seu computador. Pode ir com fé.

 

 

Agora, você finalmente está no SIGA. Clicando no menu “Serviços”, no canto superior esquerdo, vão aparecer várias opções – algumas você vai cansar de tanto usar, outras você talvez passe o curso inteiro sem sequer mencionar o nome delas.

 

 

Boletim/histórico: nesta aba você consegue ter acesso ao PDF do famoso BNO (“Boletim Não-Oficial”, visualizado através de “Meu boletim”), que será bastante útil no processo de inscrição em Laboratórios (vamos falar sobre isso daqui a pouco). Além disso, você consegue visualizar o PDF do seu Histórico na UFRJ, que se diferencia do Boletim por mostrar suas notas ao longo de todos os períodos letivos cursados por você. O Boletim dá um parecer apenas do semestre em questão. Lembrando que nenhum deles tem caráter oficial; documento definitivo mesmo é a CRID (também vamos chegar lá). Isso não quer dizer que você não deva salvar o PDF deste boletim, cada vez que for atualizado. Mesmo que haja a possibilidade do seu professor alterar as notas, é importante ter uma maneira de provar que houve algum tipo de modificação. Nunca se sabe, calouro. Nunca se sabe.

 

Currículo: como o nome sugere, esta aba disponibiliza a grade curricular dos cursos da UFRJ. Por algum motivo inexplicável, o SIGA oculta as grades curriculares das habilitações da ECO – ou seja, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Produção Editorial e Radialismo – deixando essa informação disponível apenas para quem o sistema reconhece estar no 4º período em diante. Como curiosidade de calouro consegue ser maior do que a quantidade de emails enviados pela Elizabete Cerqueira, colocamos aqui embaixo links para que você visualize o Currículo dos Ciclos Básico e Profissional da ECO.

 

Ciclo Básico

Jornalismo

Publicidade e Propaganda

Radialismo

Produção Editorial

 

 

Dados Pessoais: nós sabemos que você já tem milhões de redes sociais pra ficar cadastrando/atualizando seus dados, mas tem um excelente motivo para você se prestar a isso no SiGA. Atualizando e preenchendo ao máximo seus dados pessoais, você ganha pontos importantes na batalha para ver em mãos a tão sonhada Carteirinha Estudantil. Falaremos mais disso na sessão Carteirinha Estudantil – Lute por ela!.


Inscrição: esta aba será bastante acessada ao final do semestre. É por meio dela que você monta sua grade de horários antes de cada período começar. Isso só não é válido para a inscrição de alunos que começarão o primeiro período, que é feita presencialmente antes do início das aulas, como já explicado na sessão “Matrícula” do manual.

 

Preste atenção nas diferentes categorias, calouro!

 

1. Pedido de inscrição em disciplinas corresponde à “1ª fase do jogo”, em que você basicamente escolhe as matérias que deseja cursar. Comece sempre sua escolha pelas disciplinas obrigatórias e apenas depois vá encaixando as outras categorias. Essa “1ª fase” tem duração determinada pelo Calendário Acadêmico (disponível no site da ECO), e durante esse tempo você pode corrigir ou acrescentar suas escolhas. Só não pode esquecer de apertar o botão “Enviar”, porque assim você sinaliza ao sistema que deseja levar pra frente suas escolhas!

Que fique claro: o critério de desempate mais básico para a conquista da vaga em uma matéria é o Coeficiente de Rendimento (CR). Dependendo do tipo de disciplina, a prioridade é definida pelo período indicado no SIGA ou pela turma anterior, como será explicado melhor mais à frente.

Vale lembrar que a UFRJ adota um teto de 32 créditos cursados por período, e um mínimo de 6 créditos. A sugestão é que você procure não ultrapassar os 28 créditos, porque aí passa longe de qualquer problema. Explicaremos logo mais como funciona o Sistema de Créditos.

 

 

2. Alteração do pedido de inscrição seria uma espécie de “2ª fase”, cuja duração também é determinada pelo Calendário Acadêmico. Esse momento é propício para aqueles que não conseguiram vaga em alguma turma, ou conseguiram um espaço de última hora na agenda e desejam aumentar a carga horária no semestre, além dos casos de alunos que cometeram algum engano na fase inicial e precisam corrigi-lo. Nessa etapa do jogo, no entanto, você perde qualquer tipo de prioridade de inscrição em determinadas matérias; a disputa agora é na base do maior CR. Moral da história: procure resolver sua vida na 1ª fase, e você não terá dor de cabeça.


Lembre-se: isso que você fará é um pedido, não uma ordem. A coordenação, juntamente com a Direção de Graduação, avaliará seus pedidos de inscrição de acordo com os critérios a serem especificados mais a frente. Caso seja validado, seu pedido será oficializado pela CRID (falaremos dela mais embaixo).

 

 

3. Trancamento de pedido inscrição é a 3ª e última etapa. Ela serve para o aluno que, por algum motivo, mudou de ideia sobre a grade horária montada e acha que não vai dar conta de fazer tudo a que ele se propôs anteriormente. Para que não corra o risco de repetir em alguma matéria, ele pode usar o trancamento, nada mais do que um “Pause” nos seus compromissos com determinada matéria. Nos períodos determinados pelo Calendário Acadêmico, essa matéria pode ser “destrancada”, ou seja, você pode dar o “Play” e concluir isso aí.

 

 

 

Previsão de turmas: aqui você pode conferir o planejamento de horários para as disciplinas obrigatórias referentes à sua turma. Além disso, essa seção exibe detalhes das disciplinas que exigem Pré-Requisito (falaremos disso na seção Disciplinas). Isso tudo também pode ser visualizado em “Pedido de inscrição em disciplinas”, a partir do comando “Exibir Grade Horária”.


Relatórios: o que é importante de verdade aqui é essa tal de Certidão de Registro de Inscrição em Disciplinas, vulgarmente conhecida como CRID. Nada é perfeito no mundo real, e no mundo de Matrix da UFRJ não é diferente. Às vezes, o SIGA sofre com alguns erros, e quem sofre mais ainda é o aluno, que pode passar de uma situação de inscrição perfeita para uma ausência total de créditos cursados. Para se proteger dessas situações, é essencial que você salve o PDF da sua CRID. Ela é disponibilizada pouco após o fechamento dos períodos de inscrição em disciplinas, e trata-se do documento que comprova a sua situação no curso. Além disso, você provavelmente vai precisar entregar uma cópia da sua CRID e da Certidão de Confirmação de Matrícula (também disponível nesta seção) caso consiga um contrato de estágio, por exemplo.

 

 

Topo