Até 2 de agosto acontece o festival O RIO É SAX no Rio de Janeiro. Idealizado pelo maestro, trombonista, compositor e arranjador Antonio Seixas (diretor artístico da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro) o evento reunirá alguns dos saxofonistas mais consagrados do país, oferecendo ao público shows a preços populares e oficinas gratuitas do instrumento em seus diversos estilos, como o choro, o jazz e a música erudita.

No dia 29 de julho, das 18h30 às 20h30, acontecerá mais uma etapa do projeto “Arte & Ciência”, um ciclo de debates que discute a inter-relação entre as culturas científica e humanística e as artes, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

A Pulsar Cia de Dança comemora 15 anos com apresentações de “Por trás da cor dos olhos”, de 29 a 31 de julho, no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico. O espetáculo reúne bailarinos com e sem deficiências.

“Por trás da cor dos olhos” conta com um elenco de nove intérpretes com resoluções próprias de movimento, no solo, e outros suportes, que se deslocam através de seus apoios, pressões e suspensões. Entre os bailarinos, há um cadeirante e uma deficiente visual. No espetáculo, os bailarinos com deficiência não utilizam as tradicionais cadeiras de roda como meio de locomoção. O balé foi construído através de uma pesquisa de deslocamento dos bailarinos no nível baixo e médio, onde os próprios corpos são meios de locomoção entre si. São utilizados materiais cênicos diferenciados, como tecidos e pranchas rolantes. Peso e suspensão também são temas da pesquisa.

Em cena estão Andrea Chiesorin, Camila Fersi, Bruno Alsiv, Laura Canabrava, Marina Magalhães, Marianne Panazio, Moira Braga, Raphael Arah, Rogério Andreolli. Para a criação do espetáculo, apresentado pela primeira vez em 2012, a rotina de ensaios da companhia incluiu aulas de consciência corporal, técnicas de dança, além de aulas de filosofia e arte com o objetivo de estruturar conceitualmente o trabalho a partir dos pensadores da filosofia da diferença, como Bergson e Deleuze, entre outros.

Criada há 15 anos, a Pulsar Cia de Dança dedica-se à construção de obras coreográficas em dança contemporânea, refletindo em sua pesquisa a multiplicidade do indivíduo e a produção artística entre corpos ímpares com resoluções próprias de movimento.

Horário:
quarta, às 20h30;
quinta, às 15h e 20h30;
sexta às 20h30

Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia entrada).

O Espaço Tom Jobim fica na Rua Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico.

 

 

Núcleo de Imprensa

Topo