OEstrangeiro Card 1 Facebook

 

Dentre os projetos de Extensão da Escola de Comunicação, está o site oestrangeiro.org, coordenado pelo professor Mohammed Elhajji. Em entrevista ao Ecoar Conhecimento, com a colaboração de Otávio Ávila, o professor cedeu informações sobre o projeto, que foram apresentadas através de 5 postagens nas redes da ECO.


P: Como surgiu o interesse em criar o projeto de extensão e o site "oestrangeiro.org"?


R: A ideia surgiu ao observar uma demanda de informações relacionadas à questão migratória no Brasil, tanto por parte de pesquisadores e estudiosos como por parte dos próprios migrantes. À época, quando o Brasil vivia um aumento contínuo do número de migrantes, começou a observar-se uma certa cacofonia nas informações veiculadas pela grande mídia. A primeira missão do oestrangeiro.org era de organizar, filtrar e comentar as informações em circulação. Era um tipo de clipping qualitativo que logo se tornou uma referência segura. Ao mesmo tempo, notou-se uma demanda expressiva, por parte dos migrantes, de informações úteis e serviços; como, por exemplo, os procedimentos administrativos, direitos dos migrantes, etc.

Redes Sociais do projeto Oestrangeiro.org:


Facebook: https://www.facebook.com/oestrangeiro.org/


Brasil País de Imigração: https://www.facebook.com/groups/brasilpaisdeimigracao/


Instagram: @migrantesnobrasil

 
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCMCq918pPjnqy1wJ55_QEKA

O projeto Ecoar Conhecimento é uma iniciativa do setor da Comunicação Institucional da ECO (email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) e tem o objetivo de difundir a produção intelectual da Escola de Comunicação, para que a comunidade ecoína e toda a sociedade saibam sobre o conhecimento produzido pela ECO.

#ecoarconhecimento #ecoufrj #ufrj

 

 

IMT Card 9 FacebookDentre os grupos de pesquisa previamente exibidos pelo Ecoar Conhecimento, está o Imaginário Tecnológico (IMT), coordenado pela professora Ieda Tucherman (postado em 05/03/2020). Em entrevista ao ECOPRESS, a professora cedeu informações sobre o projeto, que foram apresentadas pelo Ecoar Conhecimento através de 9 postagens nas redes da ECO.

P: Você poderia mencionar o trabalho e os colegas que fazem atualmente parte das discussões sobre representações sociais e imaginário?
R: Os participantes foram listados anteriormente. A estes serão acrescidos Isabel Veiga, nova orientanda de mestrado que trabalhará o corpo na obbrra de Léo Carrax e Monica Lisboa Torres: Fotografia e Câncer: como a doença torna-se obra de arte. Vou propor um tema de estudos comum: as relações entre experiência e expectativa, medo e esperança, os afetos do presente e o novo jogo de utopias e distopias no que chamei de narcisismo técnico-científico.

 

O projeto Ecoar Conhecimento é uma iniciativa do setor da Comunicação Institucional da ECO (email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) e tem o objetivo de difundir a produção intelectual da Escola de Comunicação, para que a comunidade ecoína e toda a sociedade saibam sobre o conhecimento produzido pela ECO.

 

 

IMT Card 7 Facebook

Dentre os grupos de pesquisa previamente exibidos pelo Ecoar Conhecimento, está o Imaginário Tecnológico (IMT), coordenado pela professora Ieda Tucherman (postado em 05/03/2020). Em entrevista ao ECOPRESS, a professora cedeu informações sobre o projeto, que serão apresentadas pelo Ecoar Conhecimento através de 9 postagens nas redes da ECO.

P: Qual é o produto de sua pesquisa?
R: Quando tudo dá certo são textos, livros, coletâneas, artigos, dissertações e teses de doutorado, participação em Congressos Nacionais e Internacionais, palestras e cursos na pós-graduação e nas matérias eletivas da graduação. Uma das minhas queixas é que a necessidade de multiplicar produtos muitas vezes impede que eles tenham a qualidade, a nvação e o rigor que eu consideraria desejáveis.

 

O projeto Ecoar Conhecimento é uma iniciativa do setor da Comunicação Institucional da ECO (email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) e tem o objetivo de difundir a produção intelectual da Escola de Comunicação, para que a comunidade ecoína e toda a sociedade saibam sobre o conhecimento produzido pela ECO.

 

 

IMT Card 8 FacebookDentre os grupos de pesquisa previamente exibidos pelo Ecoar Conhecimento, está o Imaginário Tecnológico (IMT), coordenado pela professora Ieda Tucherman (postado em 05/03/2020). Em entrevista ao ECOPRESS, a professora cedeu informações sobre o projeto, que serão apresentadas pelo Ecoar Conhecimento através de 9 postagens nas redes da ECO.

P: Em que consiste sua equipe de pesquisa?
R: Além dos meus alunos de mestrado e dourado e os bolsistas PIBIC, interajo com o curso de Psicologia Social de Sergipe, via o professor doutor Eduardo Leal, com a área de mídia e produções culturais da UFF, através do doutor Ericson Saint- Clair, que foi meu orientando, falando em termos nacionais. Tenho também uma relação bem frutífera com a Universidade Nova de Lisboa, através dos professores doutores, José Bragança de Miranda e Maria Teresa Cruz.

 

O projeto Ecoar Conhecimento é uma iniciativa do setor da Comunicação Institucional da ECO (email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) e tem o objetivo de difundir a produção intelectual da Escola de Comunicação, para que a comunidade ecoína e toda a sociedade saibam sobre o conhecimento produzido pela ECO.

 

 

IMT Card 6 FacebookDentre os grupos de pesquisa previamente exibidos pelo Ecoar Conhecimento, está o Imaginário Tecnológico (IMT), coordenado pela professora Ieda Tucherman (postado em 05/03/2020). Em entrevista ao ECOPRESS, a professora cedeu informações sobre o projeto, que serão apresentadas pelo Ecoar Conhecimento através de 9 postagens nas redes da ECO.

P: Quais são suas bases e usos metodológicos?
R: No momento minha base parte dos estudos do corpo, suas imagens, seua afetos, deformações e metamorfoses, por um lado, e por outro da discussão que sinteticamete poderia ser uma analogia entre: espírito/mente/consciência e cérebro, como um percurso e vínculos/ laços/conexões. Os usos metodológicos são variáveis: escolhemos um corpus que tanto podem ser os 40 anos de capas da revita Veja, ou artigos das revistas científicas, onde buscamos as repetições de palavras-chave e derivamos a análise, como atentamos para matérias dos jornais sobre o assunto específico ( saúde e tecnologia) ou escolhemos uma matéria ou uma coluna e partimos dela para fazr uma análise baseada em todos os casos nas noções de desejo e contágio do Tarde e da análise de discursos de metodologia foucaultiana.

 

O projeto Ecoar Conhecimento é uma iniciativa do setor da Comunicação Institucional da ECO (email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) e tem o objetivo de difundir a produção intelectual da Escola de Comunicação, para que a comunidade ecoína e toda a sociedade saibam sobre o conhecimento produzido pela ECO.

 

 

UFRJ Escola de Comunicação da UFRJ - ECO/UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ